Alerta para prevenir: Setembro Amarelo

28-09-2017 10:46

Artigo de Opinião da Deputada Federal Yeda Crusius (PSDB)

Setembro é o mês amarelo, e o aviso é forte: em quatro anos, tivemos 12% de aumento de suicídios no Brasil. Entre os jovens, na faixa dos 10 a 19 anos, o número de mortes subiu de 782 para 893. As causas são múltiplas e merecem estudo. É no Sul que se concentram os casos. Na região que concentra 14% da população do país, acontecem 23% dos suicídios.

Das quatro cidades mais afetadas, três estão no Rio Grande do Sul. Enquanto no país a média é de 5,7 casos para 100 mil habitantes, em Forquetinha esse número salta para 78,7; em Travesseiro, para 55,8; e em André da Rocha para 52,4. Em razão da violência doméstica, as mulheres lideram as estatísticas, com 69% dos casos de tentativa e 21% dos de morte. Triste dado.

Embora Ministério da Saúde e Câmara Federal estejam empenhados em reduzir estes índices, acredito que a prevenção deve ser uma política de Estado, não de um Ministério ou Secretaria. Como fizemos no Governo em 2007 ao criar o PPV – Programa de Prevenção da Violência, com investimentos em múltiplas políticas públicas nos bairros de maior índice. Só em Guajuviras, Canoas, o bairro de maior concentração no Mapa da Violência do Brasil à época, o número de homicídios foi tão reduzido que tivemos um período de 58 dias sem nenhum.

Existem programas no Brasil que podem servir de exemplo, como o Pacto Pelotas pela Paz, lançado recentemente pela prefeita Paula. As ações de São Paulo, na favela Paraisópolis, no Morumbi, são sempre citadas pelos efeitos conquistados. A prefeita Raquel Lyra, de Caruaru, também inicia essa cruzada. Vivemos uma epidemia de violência, a mais evidente é o Rio.

Estruturo nesta semana a Frente Parlamentar de Prevenção da Violência. Para enfrentar a epidemia com ações concretas, das quais toda a sociedade pode e deve participar. A Frente será um canal de abertura para a prática democrática mais ampla, direta. Ao trabalho.

 

* Yeda Crusius é economista e deputada federal pelo PSDB/RS em seu quarto mandato. Já ocupou os cargos de Ministra do Planejamento e Governadora do RS.