Região Central sedia III Seminário Internacional de Defesa

09-11-2017 14:45

Informações: Santa Maria 24 Horas/Especial

Iniciou ontem (08) e segue até sexta-feira (10), no Hotel Business Center Beira Rio, no distrito de Recanto Maestro, em Restinga Seca, o III Seminário Internacional de Defesa (Seminde).

O III Seminário é uma oportunidade de lideranças civis e militares discutirem e compartilharem conhecimento entre as forças de segurança do país. Ao todo serão três palestras e seis painéis focando em segurança pública, desenvolvimento de sistemas, simuladores, defesa cibernética e perspectivas para o setor.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, e o ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general de Exército Sergio Etchegoyen, participaram da abertura do evento.

“Uma base industrial de Defesa forte proporciona mais tecnologia, inovação e vai ao encontro do que buscamos quando falamos em Defesa Nacional”, sintetizou o ministro Raul Jungmann.

O seminário é promovido pela Agência de Desenvolvimento de Santa Maria (Adesm), com apoio da Prefeitura de Santa Maria e de outros órgãos locais, estaduais e nacionais.

Também participaram do III Seminário Internacional de Defesa, representantes da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, além de oficiais de outras nações, como Angola, Uruguai e Estados Unidos da América.

Schirmer destacou atuação integrada

O secretário da Segurança Pública (SSP), Cezar Schirmer, destacou a atuação integrada do poder público como forma de melhorar os indicadores de criminalidade no Rio Grande do Sul e no Brasil. Em palestra no 3º Seminário Internacional de Defesa (Seminde), o secretário abordou o atual quadro da segurança, apresentou indicadores de criminalidade e apontou a cooperação com a sociedade civil como caminho para construir novas alternativas.

“Os indicadores estão em queda no RS. Mas, para melhorarmos a segurança em nosso estado é preciso cada vez mais integrar União, municípios e sociedade. Isoladamente, está comprovado que as chances de sucesso são menores”, enfatizou.

O uso da tecnologia foi um dos principais temas destacados pelo secretário no evento da Agência de Desenvolvimento de Santa Maria (Adesm), no hotel Beira Rio, em Restinga Seca. “O Brasil está atrasado no que diz respeito a este quesito, em matéria de Segurança Pública. Mas aqui estamos trabalhando de forma muito efetiva nesta área, sobretudo no cercamento eletrônico. A meta é cercar eletronicamente o RS até o final de 2018”, informou.

Por fim, Schirmer falou sobre os investimentos do governo do Estado na área. “Mesmo diante de dificuldades financeiras, o governador tem elencado a Segurança Pública como prioridade. O orçamento da SSP teve aumento por dois anos consecutivos, estamos fazendo obras na área penitenciária, investindo em tecnologia e no reaparelhamento das instituições”, pontuou.